Viver melhor na terceira idade com exercícios próprios para idosos

Viva melhor com o passar dos anos

Quando eu era mais jovem, eu nunca me preocupei com minha saúde ou qualidade de vida. Com o passar do tempo, eu percebi como isso é importante, e a partir de minha própria experiência e resolvi me dedicar mais aos meus clientes da terceira idade. Meus clientes mais idosos, alguns dos quais estão em melhor forma do que eu, me ensinaram sobre a importância de ser saudável e cuidar de nossos corpos para o futuro. E ainda mais importante que isso, eles me ensinaram que nunca é tarde demais para começar a se exercitar.

Você pode parar o relógio

Apesar de todos os produtos anti-envelhecimento que são empurrados para nós, é inevitável que vamos ficar mais velhos. No entanto, algumas das coisas que perdemos a medida que envelhecemos podem realmente ser evitadas, incluindo:

  • Força e músculo: Sarcopenia é o termo que tem sido usado para descrever a perda de músculo, força e qualidade do tecido, muitas vezes visto em adultos mais velhos. Alguns especialistas sugeriram que a massa muscular diminui cerca de 1% a cada ano a partir dos 30 anos.
  • Resistência cardiovascular: À medida que envelhecemos, muitas vezes perdemos aptidão aeróbica e especialistas acreditam que isso contribui para a mobilidade reduzida na vida diária.
  • Flexibilidade: As articulações mudam com a idade e isso pode levar a rigidez, diminuição da amplitude de movimento e mais lesões.
  • Balanço: Todos os anos, os hospitais veem milhares de pacientes mais velhos com os quadris quebrados devido à queda. Exercícios de equilíbrio podem ajudá-lo a evitar lesões de quedas e mantê-lo mais móvel.

A boa notícia é que a perda de força, resistência, flexibilidade e equilíbrio não são inevitáveis.

The National Institute on Aging acredita que, “quando as pessoas mais velhas perdem a capacidade de fazer as coisas por conta própria, isso não acontece apenas porque envelheceram, mas sim por ser tornaram inativas”. (Exercise: A Guide from the National Institute on Aging)

Nunca é tarde

Não importa quantos anos você tem, o exercício pode melhorar sua qualidade de vida e você não precisa gastar muito tempo fazendo isso para ver e sentir melhorias.

Como todo mundo, os idosos precisam se envolver em treinamentos de cardio, força e exercícios de flexibilidade para manter-se saudável, mantendo a força e a funcionalidade em dia.

Treinamento de força para idosos

Treinamento de força tem benefícios incríveis para todos, mas especialmente para os idosos. Especialistas acreditam que “o exercício de resistência pode evitar declínios na força e massa muscular durante décadas”.

Antes de começar, é essencial obter a opinião de seu médico. Se você tem quaisquer condições adversas, como artrite, osteoporose, pressão arterial elevada ou doença cardíaca, você precisará aprender os tipos de exercícios que você pode ou não fazer. Use as seguintes diretrizes para configurar seu programa:

  • Levantamento de peso (parte inferior do corpo, peito, costas, ombros, bíceps, tríceps e abdominais) em dias não consecutivos por semana.
  • Comece sem pesos ou com pesos leves para praticar os exercícios e condicionar seu corpo. Você pode usar halteres ou máquinas.
  • Faça cada exercício por pelo menos 1 sequencia de repetições de 10-15.
  • Com o seu progresso, adicione mais sequencias (com descanso entre elas) e / ou aumentando os pesos a cada semana.
  • Certifique-se de aquecer com exercício leves antes de levantar pesos mais pesados.

Exercício Cardio para idosos

A sua resistência pode diminuir ao longo dos anos, é importante envolver-se em algum tipo de exercício aeróbio. The National Institute on Aging recomenda para todos os idosos atirar 30 minutos de exercício cardio por dia. Para começar:

  • Consulte primeiro o seu médico.
  • Escolha uma atividade que você goste, algo que seja acessível, como caminhadas, natação, ciclismo, tênis, etc.
  • Se você nunca se exercitou ou tem se exercitado pouco, comece com 5 a 10 minutos de exercícios cardio 3 vezes por semana.
  • Trabalhe com uma intensidade moderada – você deve ser capaz de manter uma conversa enquanto faz os seus exercícios.
  • Sempre aquecer com 5 ou mais minutos de atividade leve.

Flexibilidade e equilíbrio para idosos

É importante permanecer flexível à medida que envelhecemos, então planeje alongar após seus exercícios ou incorpore a yoga em sua rotina. Certifique-se de que seus músculos estejam aquecidos quando você começar o alongamento. Além de um treino de flexibilidade básica, não se esqueça de incorporar exercícios de equilíbrio em seu dia.

Lembre-se que qualquer atividade é melhor do que nenhuma, então comece com algo fácil e agradável. Você notará que, ao longo do tempo, o exercício pode ajudá-lo a melhorar sua qualidade de vida e ajudá-lo a envelhecer de modo mais prazeroso.

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *