CDC se Move para Tornar o Transplante de Órgãos mais Seguro

A proposta de diretriz seria mais agressiva para a hepatite B e C.

 

Recomenda-se uma triagem mais detalhada dos doadores e testes mais avançados de órgãos para ajudar a proteger os pacientes transplantados de doenças infecciosas. A informação foi divulgada quarta-feira pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos.

 

O objetivo da nova diretriz é reduzir infecções como o HIV (o vírus que causa a AIDS), o vírus da hepatite B (HBV) e o vírus da hepatite C (HCV). A triagem já é feita para o HIV, mas o HBV e o HCV devem ser adicionados ao processo de triagem, disse o CDC.

 

De 2007 a 2010, o CDC foi envolvido em mais de 200 investigações de suspeita, de transmissão inesperada de HIV, hepatite B e hepatite C através de transplantes. Em alguns dos casos confirmados, o receptor de transplante morreu devido à infecção.

 

As diretrizes existentes foram criadas em 1994. Outras importantes alterações propostas à diretriz incluem testes atualizados e mais sensíveis para órgãos doadores e um conjunto revisado de fatores de risco para os doadores que podem ajudar os médicos a ter uma idéia melhor dos possíveis problemas com os órgãos dos doadores.

 

O novo projeto de diretriz centra-se na segurança dos órgãos porque a Food and Drug Administration dos EUA, já implementou regulamentos mais rigorosos para os doadores de tecidos e sêmen.

 

“Nossa primeira prioridade deve ser a segurança do paciente. Essas recomendações vão salvar vidas e reduzir as doenças não intencionais em receptores de órgãos”, disse o Dr. Matthew J. Kuehnert, diretor do Escritório de CDC do Departamento de Sangue, Órgãos. “A diretriz vai ajudar os pacientes e seus médicos a terem informações que precisam para avaliar plenamente os riscos e benefícios do transplante de um determinado órgão”.

 

O rascunho de 2011 da Diretriz de Serviço de Saúde Pública para Redução da Transmissão de HIV, VHB e VHC por Transplante de Órgão Sólido pode ser encontrado em www.regulations.gov. O período de revisão e comentários durará 60 dias.

 

 

 

 

Comments are closed